quarta-feira, 27 de novembro de 2013

O bonsai #1

O Bonsai, que falei no post anterior é do meu namorado. Como explicado é a prenda de natal. No entanto, abri uma pequena excepção este ano e já lho dei. É que vinte e quatro horas em minha casa foram o suficiente para ele começar a mirrar e apareceram-lhe umas folhinhas amarelas. De modos que, antes que a coisa se agravasse "toma lá mas é o Bonsai e trata tu dele agora que eu não tenho tempo".
Apesar de tentar seguir a risca "o Escuta protege as plantas e os animais" o certo é que comigo plantas só as de plástico. Nada que dê assim muito trabalho, nem que exija que se converse com ela a cada cinco minutos, que não me peça para a pôr ao sol quatro horas e que depois a mude para um lugar com sombra, porque isto é demais para as minhas capacidades botânicas e acabo sempre por afoga-las com as regas.
O M. está confiante que o Bonsai chega vivo a altura em que mudarmos para a nossa casa. Eu não lhe auguro futuro promissor, mas ele lá sabe o jeito que tem para as flores!

1 comentário:

a licenciada desempregada disse...

sabes que Bonsai é? Se for uma Serissa, tens de retirar as folhas amarelas e só pode ser regado quando a terra começa a ficar seca. E, a partir do momento que começa a sair água pelos boraquinhos de baixo já chega (nada de água no prato, é um grande erro). Como não gosta do frio, coloca por detrás de uma janela onde bata o Sol. Vais ver que resulta ;)