terça-feira, 17 de dezembro de 2013

Um dia nas urgências...

... uma pessoa está doente desde sexta feira.
... uma pessoa tenta que a gripe passe sem recorrer ás urgências.
... uma pessoa passa um dia de aniversário de cão, com tosse (temo que a qualquer momento me salte um pulmão para a secretária), voz mais rouca que o Olavo Bilac, dores nos pulmões  e sensação de ter sido atropelada por uma manada de elefantes em fúria.
... uma pessoa decide finalmente ir ás urgências, são 8.30H da manhã.
... uma pessoa até é bem atendida na recepção, coisa rara nos dias que correm (pelo menos no HDS)
... uma pessoa paga 18€ (um roubo)
... uma pessoa vai a triagem e fica despachadita com pulseira verde, quando acha que na verdade a vermelha ainda era pouco.
... uma pessoa espera (e desespera mais de duas horas, com o hospital calmo)
... uma pessoa vai perguntar informações e é esclarecida que os médicos das urgências só começam a atender ás 10H, ou seja, já passa das dez mas com certeza há pessoas a frente
... uma pessoa é finalmente chamada, depois de quase ter ganho raízes na sala de espera.
... uma pessoa é atendida em tempo recorde, apenas com direito a verificar temperatura, receitinha com medicamentos e "então as melhoras e pode ir se faz favor"
... uma pessoa fica F%#/(T)I e mal paga porque não foi trabalhar (o dia será descontado, embora haja justificação... com horas erradas ainda por cima), fica sem saber o que tem e ainda gasta dinheiro em medicamentos que nem sabe se serão os adequados a doença.


É tudo por agora!!

1 comentário:

a licenciada desempregada disse...

Boa merda!!! O espelho do nosso SNS. As melhoras...